segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Três dias

.
.
.
Uma ideia jacente em muitas naturezas-mortas
ocidentais pode ser vista num haicai de Ryôta:
apenas três dias dura o florescer da cerejeira




Katsushika Hokusai (1760-1849).
Cerejeira em flor e pássaro.





Nem sequer três dias

este mundo vê passar –

Cerejeira em flor!



Haicai de Ôshima Ryôta (1716–1787)



.


2 comentários:

  1. Ouço maravilhado
    que existem borboletas
    que vivem um dia apenas.
    Tão longa preparação
    - talvez semanas inteiras -
    pra depois viver tão pouco...

    Mas será que um dia é pouco ?

    Responda então: quantos dias
    dos últimos 15 anos
    você viveu realmente ?
    Cinco, dez, vinte e cinco ?

    Borboletas são passistas.
    Esperam o carnaval.
    Seu carnaval é a vida.
    Desfilam a vida inteira.

    Cá embaixo, a vida segue.
    Lagartas ? Não temos tempo.
    Há que ganhar o sustento
    para, dentro de alguns meses,
    conseguir um dia nosso
    pra se viver realmente.

    E assim surge a dúvida:
    será que aquela borboleta
    vive mais do que a gente?


    P.R.Barja

    ResponderExcluir
  2. Com certeza vive mais que muita gente...

    ResponderExcluir